o banho

On January 14, 2007 by miki

Uma performance-instalação.

O que me chamou a atenção nesse espetáculo – desde a primeira vez que vi um mica-card dele no ano passado – foi a bela fotografia e o inusitado. Na verdade, não li nada a respeito, a sinopse era misteriosa, mas senti vontade de assistir.

Perdi da primeira vez, mas, ao saber que haveria duas únicas apresentações agora em janeiro, fui logo comprar o ingresso.


Marta Soares tomou como ponto de partida a vida de Sebastiana de Mello Freire, D. Yayá, mulher da elite paulistana diagnosticada como doente mental e cuja casa foi parcialmente transformada em hospital psiquiátrico privado. Ela permaneceu isolada nessa casa no período de 1919 a 1961.

Não é um espetáculo que siga o protocolo. O “palco” é a artista imersa numa banheira numa sala na penumbra. Alguns vídeos em uma das paredes e a projeção de um vitrô antigo em outra. Não há assentos para a platéia e o espectador é convidado a andar, a sentar no chão, mais próximo ou mais longe da banheira.

A personagem enlouquece lentamente. Vozes submarinas e repetitivas enchem sua cabeça. Eu sou mesmo louca? Tudo é sempre igual. Os sons, o espaço. Estou ficando louca? São cerca de 40 minutos de agonia, de um debater-se no branco da banheira e no límpido da água. Chega a ser enfadonho e sufocante, mas com certeza traz até o espectador a sensação agoniante dessa mulher que viveu enclausurada por 40 anos, por ter sido diagnosticada como louca. Será que era?

Em um momento, chego a pensar que estamos em seu velório. A banheira, no escuro, é como se fosse seu caixão e as pessoas, movimentando-se à sua volta, vieram lhe dar o último adeus.

FICHA TÉCNICA
concepção, direção e performance marta soares | designer de luz wagner pinto | designer sonoro lívio tragtenberg | concepção e direção de vídeo marta soares | edição e finalização de vídeos leandro lima | câmeras marta soares, helio ishii, nelson enohata | direção técnica cristiano pedott | operação marcelo esteves de oliveira | produção patricia rizzi | fotografias joão caldas

SERVIÇO
O Banho
Sesc SP Pinheiros

12 e 13.jan.2007 [sex às 20h. | sáb às 18h]
entrada: R$ 10,00
Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros – São Paulo – SP
[11] 3095-9400 | 0800-11-8220


Este post tem a intenção de disseminar o trabalho de Marta Soares assim como sua performance “O Banho” e o trabalho do Sesc SP. Todos os direitos são reservados aos seus respectivos proprietários.


2 Responses to “o banho”

  • Por onde anda? Não vai escrever do Anish Kapoor?

  • xto, minha constelação de blogs anda meio na marcha lenta. ainda nem fui ver no anish, mas quero muito ir :-)!
    quem sabe um post em breve ;-)?
    e quanto ao seu blog, animou-se?

    [ ]’s
    miki

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *