sobre

minhas reflexões, meus medos, minhas angústias.
escrevendo, elaboro melhor o que incomoda a mim mesma
e que, muitas vezes, não consigo delinear de maneira clara.

uma espécie de diário, porque acredito que compartilhando tudo isso
encontrarei uma via de mão dupla
onde poderei ouvir e ser ouvida
e ajudarei e serei ajudada
por outras pessoas que se debatem com as mesmas questões.

entrem no meu quarto mais íntimo,
e, por favor, sejam compassivos <3 amor, m.

Leave a Reply

Your email address will not be published.