Sobre “Quero ser Clarice Lispector” e o Primeiro Post

On August 13, 2006 by miki

Eu sempre gostei de escrever… Desde bem cedo. Acho que tem a ver com eu ter sido uma leitora quase que compulsiva na minha infância. Fiquei sócia da biblioteca municipal de Araraquara e pegava um livro toda semana – adorava, passava horas com a cara enterrada nos livros, devorando aquelas letrinhas. Um fato que ficou vívido em minha memória é que as bibliotecárias me pediam pra “indicar” um livro pra elas quando eu achasse um que fosse bom, coisa que achei bem legal.

Da leitura pra começar a escrever foi um pulo.

Tenho muitos escritos, uns de datas bem remotas.

O título do blog “Quero ser Clarice Lispector” é porque eu simplesmente acho essa mulher o máximo. Adoro seus livros. Deliciei-me, ainda mais, quando li no “Aprendendo a viver” (uma compilação de sua coluna no Jornal do Brasil) que também ela adorava ler quando criança.

Bom, pra começar, selecionei um texto de que gosto bastante, ele é melancólico e pungente, mas eu quase posso ver o rosto das pessoas quando o leio… Eu tenho uma certa queda por escrever coisas tristes, o que dará pra notar em breve :-). Originalmente, este texto não tinha título, mas “e no vidro vejo teu rosto que, mesmo triste, permanece iluminado” é uma das passagens de que mais gosto e sintetiza bem o espírito da coisa toda. Por isso, achei que merecia ser batizado com ele! Espero que vocês também gostem!


nota: o blog “quero ser clarice lispector” foi descontinuado e seu conteúdo foi migrado para o “caderno de escritor


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *