capítulo 2: a busca

On January 22, 2008 by miki

Miki pegou sua lancheira, sua lanterna e um vidro de perfume de rosa e foi rodar o mundomiki. Com quem encontrava, ela ia perguntando da Bodipã e da Twinglezinha, descrevendo-as nos mínimos detalhes.

Ela falou com Ayla no circo, com Yoshi no bosque (ele estava muito quieto com seu tripé tentado fotografar uma bela borboleta azul) e ainda com Brida que ensaiava muito concentrada em sua aula de canto.

Ayla lhe disse:

– Hummmm, sim, Miki, acho que já encontrei com duas meninas parecidas com elas. Foi quando o circo passou pelo bosque. Fiquei muito feliz porque os olhinhos delas brilhavam enquanto eu fazia o número no trapézio. Pena que a gente nem pôde ficar amigas… O circo partiu em seguida… E se você for procurar o Yoshifumi? Ele está sempre fotografando no bosque, quem sabe não pode te ajudar?

E estalando um beijo na bochecha da Miki, Ayla encarapitou no trapézio e voltou a balançar.

Miki esperou pacientemente Yoshi terminar sua sessão de fotos e, muito polidamente, cumprimentou-o curvando o corpo, à moda japonesa. Contou a história toda, incluindo a conversa que tinha tido com Ayla. Yoshifumi ficou bastante pensativo e depois disse:

– Miki-san, é realmente pena eu só fotografe natureza, pois tenho quase certeza meninas você procura estiveram comigo ontem! Elas encantadas com fotos eu fazendo. Disseram qualquer coisa aula canto… e se você procurar Brida-san?

Domo arigato né, Yoshifumi-san!

E curvando-se polidamente para agradecê-lo, Miki tomou o caminho do conservatório. Brida, naturalmente, ensaiava. Como era bom ficar ali ouvindo sua voz bela e vigorosa!

A menina veio correndo assim que seu ensaio acabou e pulou no pescoço da Miki:

– Saudades de você!

Miki, uma vez mais, contou a história tim-tim por tim-tim não antes de dar um abraço bem gostoso e apertado na Brida.

– Ohhhh, sim, Miki! Sem dúvida são elas! Meu professor também dá aulas pra miss Twingle. Eu sei o nome dela porque ele sempre diz que deveríamos cantar juntas!

Ohhhhhh! Parece que Miki está bem perto de encontrar as pequenas. O que será que vai acontecer??? Volte na terça que vem para saber :).

2 Responses to “capítulo 2: a busca”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *