Oi, Fabio!!!

[…]

Fabio, desde que eu saí do ISA estou ensaiando para escrever uma longa mensagem dizendo o quanto sou grata por ter tido um chefe como você, mas por diversos motivos (…), eu nunca consigo. Portanto, resolvi que esse momento seria agora, pois se assim não fosse, acho que ele não chegaria nunca…

Bem, então, aí vai, esse é só para dizer que eu gostei muito muitíssimo do tempo que trabalhamos juntos e só tenho a agradecer a você! Apesar de o projeto não ter vingado como gostaríamos, queria te dizer que eu aprendi muito com você e que você me abriu novos horizontes que eu nunca tinha vislumbrado (ou prestado a devida atenção) antes. Também tem que você é um excelente chefe, daquelas pessoas que têm um espírito de liderança nato, sabendo quando dar um pito, quando fazer um elogio e como incentivar as pessoas! Obrigada por isto também.

Sinto muito falta das conversas que tínhamos com toda a turminha e do ambiente acolhedor e cheio de amizade que fizemos no ISA2000. Sinto falta das suas histórias fantásticas e do som das risadas daqueles meninos. Sinto falta da presença de você e de cada um deles que por algum tempo fizeram parte de cada um dos meus dias! Enfim, o que quero dizer é que foi um tempo muito bom que ficará para sempre guardado na caixa das mais preciosas recordações da minha vida.

Queria te agradecer especialmente por ter devolvido a mim a confiança e a vontade de fazer design… Talvez parecerei piegas ou puxa-saco falando o que vou falar, mas, chegou um momento na minha vida que eu cheguei sinceramente a achar que nunca mais poderia criar nada e que design não era o meu caminho. E eu travei de uma tal maneira que não conseguia mais criar qualquer projeto gráfico que fosse. E você, com paciência e sapiência, me fez enxergar que eu estava errada e me ajudou a voltar para o meu caminho e me devolveu a confiança e você não sabe o quanto eu sou grata a você por isso! E eu sempre achei que devia isso a você e que eu precisava falar isso para você. De verdade, Fabio, obrigada!

Desculpe o tom intimista e, ao mesmo tempo, despojado da carta, mas achei que se não escrevesse tudo de uma estocada só, eu nunca conseguiria, sempre arranjando uma desculpa para deixar “para depois”…

Bem, por fim, é isso. Acho que já falei tudo o que eu gostaria de ter falado há meses atrás! Espero que possamos trabalhar juntos novamente!

Fabio, espero – de coração – que tudo esteja ótimo com você e também com a Silvia e o Max e que possamos marcar um reencontro com todos qualquer dia desses!

Um beijo,

Miki

10.out.2000