Archives for posts with tag: fim

[…]

Delírios lilases de gotas de chuva… no vidro da vidraça… Só… O último suspiro de uma existência eterna e infeliz. Triste, acabrunhada… Nada mais valia a pena. Nada mais tinha valor.

[…]

25.ii.1991


 
Por entre a brisa fresca e pálida luz da manhã… Seus fios loiros remexiam com o vento. Seu corpo jazia inerte à beira-mar… Saudade, saudade, saudade… Seus olhos fechados, seu corpo jogado… O corpo dourado, cor de sol, brisa de Mar, cheiro de conchas, que trazia a nostalgia de velhos tempos, recordações de um tempo passado, longínqüo, remoto.

A chuva chovia molhando meu rosto, meu corpo, minha alma, meus olhos… A chuva chovia como também os meus olhos ao ver todo aquele corpo de ouro morto, acabado, findo, terminado…

14.ii.91