O tempo voara… Quando dera por conta, os ventos fustigantes do inverno já varriam as ruas da cidade, carregando consigo folhas secas da estação passada.

O dia se fez cinza e uma tristeza enorme envadiu o ser. Talvez fosse uma crise existencial, talvez fosse uma crise de identidade… […]
Read the rest of this entry »