hoje eu penso em você como quem pensa em um sonho distante… talvez seja estranho quando eu digo que nem sinto mais a tua falta… mas acho que isso seria talvez num tom de “sei que você está aí em algum lugar no mundo, mas não preciso te ver ou te ouvir… saber basta.”
Read the rest of this entry »