o silêncio nos uniu

o cachorro e o mendigo
amor e compaixão
no coração-selva-pedra da civilização
Read the rest of this entry »

duas almas fisicamente juntas, porém navegando sozinhas.
podiam seguir unidas, mas trilham trilhas paralelas,
uma quase-alegoria-kitânica.

à porta da escola
enxame de meninos
chilreio das meninas. Read the rest of this entry »

a noyte se fez e ao olhar para o céu, enterneci.
um céu que aparato moderno algum poderia capturar Read the rest of this entry »

de que adiantam montanhas, flores e nuvens,
quando tudo o que resta dentro de mim
são cacos, espinhos e a descoberta do outro lado da moeda?

sem aviso prévio, o ynverno se instalou. Read the rest of this entry »

faz tic-tic a tesoura do jardineiro na janela ao lado do meu ouvido e coração


 
de um dia,
do som de uma palavra dita,
a areia nos dedos do pé… Read the rest of this entry »


 
embriagada pelo perfume das rosas, não necessitava de mais nada.