o grifo

On January 23, 2008 by miki

“E partiu, deixando Alice sozinha com o Grifo.”

[cartazete do look nas mãos de dominique/lis terssia ~ foto por débora ramos ribeiro]

O grifo, esse ser mítico, encantou-me pela possibilidade de um traje grandioso, essa é a verdade, rs!

Iniciei minhas pesquisas procurando saber o que exatamente era esse ser: segundo a wikipedia, “Grifo é na mitologia um animal com cabeça e asas de águia, e corpo de leão.” Para compor o design, também me inspirei no figurino do espetáculo “Inclassificáveis” de Ney Matogrosso, onde ele volta à grande forma que lhe deu fama, com roupas colantes lotadas de minúsculos paetês, muitas plumas e máscaras fantásticas.

[primeiro esboço]

Pirei fazendo esse traje. Eu queria umas asas imensas, onde as penas fossem construídas uma a uma para dar a impressão de pedaços que constróem o todo. De modo que fiz cada pena em dupla face, inteirinha bordada por canutilhos e mini-miçangas que eram, depois, pregadas à estrutura que as sustentaria.

Eu também queria algo diferente da asa da borboleta, de modo que as asas pudessem ficar perpendiculares às costas. Para isso, bolei uma estrutura em arame nessa angulação.

[estudo para fixação da asa]

O colete onde as asas foram anexadas através da estrutura de arame representavam o peito da águia. Para representar a penugem, pensei em paetês de feltro de tamanhos e cores variados, misturados com paetês “de verdade”.

Escolhi o dourado por ser uma das cores da cartela da coleção e porque remetia ao leão. E, claro, porque faria o traje ser grandioso como eu queria :).

Até pensei em fazer um bottom mais grifesco também, mas como o top já estava escandaloso, acho que foi uma boa escolha algo não tão retumbante. Isso, claro, eu não pensei na hora, mas, olhando em retrospecto, acho que fiz uma boa escolha. Gosto do contraste das formas geométricas da saia-calça com o rebuscado do colete e gosto de ter revivido essa peça que foi tão popular nos anos 80, mas depois completamente esquecida. Minha mãe me fez umas saias-calças lindas na época!

Foi um trabalho insano, mas fiquei tão feliz com o resultado! Nunca me canso de olhar cada paetê de feltro bordado!

[petiga encarna o grifo ~ foto por ethnocentrics]

A escolha do modelo

Bom, como eu já disse no post do traje de libré, no momento em que escolhi o Louis para aquele traje, o Petiga ficou designado para este. Acho que tem tudo a ver com ele, já que ele é um aspirante a ator!

Uma cena

“O Grifo se sentou e esfregou os olhos; depois fitou a Rainha até que ela sumiu de vista; em seguida disse com um risinho satisfeito, meio para si mesmo, meio para Alice: “Que engraçado!”

“Onde está a graça?” perguntou Alice.

“Ora, nela”, disse o Grifo. “É tudo fantasia dela: nunca executam ninguém. Vamos!”

Lewis Carroll in Alice no País das Maravilhas

Cenas do próximo capítulo

Você adora o gato de Cheshire? Aquele que aparece e desaparece e deixa a Alice doida?

Então volte na próxima quarta!

[a seguir… ~ foto por ethnocentrics]

BÔNUS TRACK
» Veja mais fotos do oitavo look @ mundomiki’s flickr


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *